Em 1º de janeiro de 2022, entrará em vigor a nova Classificação Internacional das Doenças – CID-11

Foi publicado no site da OPS/OMS¹, as Resoluções aprovadas sobre segurança do paciente, atendimento de emergência e trauma, água e saneamento, e CID-11

“Genebra, 27 de maio de 2019 (OPAS / OMS)  – As delegações dos países participantes da 72ª Assembléia Mundial da Saúde aprovaram uma série de resoluções sobre segurança do paciente, atendimento de emergência e trauma e água e saneamento. Eles também concordaram com a adoção da Classificação Internacional de Doenças (CID-11), que entrará em vigor em 1º de janeiro de 2022.

A seguir, um resumo das principais decisões adotadas no sábado, 25 de maio, na 72ª Assembléia Mundial da Saúde.

Classificação Internacional de Doenças (CID-11)

Os Estados membros concordaram, em 25 de maio, em adotar a décima primeira revisão da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID-11), que entrará em vigor em 1º de janeiro de 2022.

A CIE é a base para a identificação de tendências e estatísticas de saúde em todo o mundo, e o padrão internacional para relatar doenças e condições de saúde. É o padrão de classificação diagnóstica para todos os fins clínicos e de pesquisa. O CDI define o universo de doenças, distúrbios, lesões e outras condições de saúde.

O CDI também capta fatores que influenciam a saúde, ou causas externas de mortalidade e morbidade, proporcionando uma visão holística de todos os aspectos da vida que podem afetar a saúde.

Entender o que faz as pessoas adoecerem e o que acaba por matá-las é o cerne do mapeamento das tendências de doenças e epidemias, das decisões sobre como programar serviços de saúde, alocação de custos. de atenção médica e investir na melhoria das terapias e prevenção. A CID-11 também está pronta para fornecer muitos usos, incluindo registro clínico, cuidados primários, segurança do paciente, resistência antimicrobiana, alocação de recursos, reembolso, bem como estatísticas de mortalidade e morbidade.

A CID-11 foi atualizada para o século 21 e reflete avanços críticos em ciência e medicina. Pode ser bem integrado com aplicativos eletrônicos de saúde e sistemas de informação. Esta nova versão é totalmente eletrônica, permite registrar mais detalhes e é muito mais fácil de usar e implementar, o que resultará em menos erros e custos, e tornará a ferramenta muito mais acessível, especialmente para configurações de baixo recurso.

Os Estados Membros indicaram que a CID-11 foi produzida de forma transparente e colaborativa.”¹

Em breve estaremos veiculando maiores informações sobre a utilização da CID 11 que passa de 14.400 para 55.000 códigos.

Fonte:

¹ – Organização Panamericana de Saúde/ Organização Mundial da Saúde. Centro de imprensa. Washington, DC, 2019.  Disponível em: https://www.paho.org/hq/index.php?option=com_content&view=article&id=15214:delegations-adopted-resolutions-on-patient-safety-emergency-and-trauma-care-water-and-sanitation-and-on-the-icd-11&Itemid=1926&lang=es. Acessado em 03/06/2019.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

contato

  • Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 278 – 7º andar – Bela Vista São Paulo – SP
  • Telefone : (11) 3101-5994
  • Email : secretaria.brasileira@abmlpm.org.br
  • Whatsapp: 11 97403-4818 - horário de atendimento (das 13:00 às 19:00)

newsletter

Inscreva-se para receber informativos e novidades da ABMLPM

Legítima representante da perícia médica brasileira. E certificadora do titulo de especialista junto a AMB.

×
×

Carrinho